O réu por corrupção e presidente da Câmara diz: 90%, 95% dos que eu já vi não tem absolutamente nenhuma razão de ter sido apresentado...


O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse hoje que 95% dos pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que ele teve acesso "não tem absolutamente nenhuma razão para ter sido apresentado". 

Tido como aliado, Lira foi eleito na Câmara com o apoio do presidente em fevereiro deste ano. Cabe ao presidente da Câmara, de acordo com a constituição, oportunidade e conveniência para a apreciação desses casos [pedidos de impeachment]. 90%, 95% dos que eu já vi não tem absolutamente nenhuma razão de ter sido apresentado, a não ser o fato político que queira se gerar".

Lira explicou que, apesar do número de pedidos de impeachment, o tema não será pautado neste momento na Câmara em razão da pandemia da covid-19. 

"Então, neste momento, não é conveniente tratar de um assunto desta gravidade, com este tamanho. Qualquer pedido de impeachment precisa ser oportunizado", declarou, complementando que o número de pedidos é "normal" pois o Brasil é um país democrático.

O parlamentar ainda explicou que o seu antecessor à frente da Câmara, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu mais de 66 pedidos de impeachment durante o seu mandato de cinco anos, mas não teve uma pressão para avaliar o caso rapidamente como está acontecendo com ele. 

"O ex-presidente Rodrigo Maia passou cinco anos na presidência [da Câmara], sendo dois anos de governo Bolsonaro, com mais de 66 pedidos de impeachment e não teve sequer um momento de pressão para avaliação deste quadro." 

Para Lira, se houve erros na gestão da pandemia da covid-19, os culpados por isso serão responsabilizados no momento "adequado". 

Mais uma vez eu digo, quem cometeu erros, dolo, falta de boa gestão dos recursos públicos com relação à covid-19 estará necessariamente responsabilizado no tempo adequado. 

"Então, de uma forma responsável, nós analisaremos esses pedidos e nos pronunciaremos enquanto presidente da Câmara e poder legislativo. Mas eu considero lícito, absolutamente normal, democrático que qualquer entidade ou grupo politico se mobilize para pressionar o presidente da câmara neste momento".

CPI da Covid é 'perda de tempo' Lira ainda opinou que, para ele, é "perda de tempo" instalar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid já que o "congresso não é delegacia de polícia". A CPI da Covid investigará a conduta do governo federal na pandemia e o repasse de verbas para estados e municípios. 

Ela será instalada oficialmente amanhã, quando haverá eleição para presidente da comissão.

"Na minha opinião, é perda de tempo se instalar uma CPI porque o congresso não é delegacia de polícia! Lira 

matéria na íntegra em https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2021/04/26/lira-impeachment-cpi-da-covid-19-entrevista.htm

Após a declaração do presidente da Câmara que é réu no STF por suspeita de CORRUPÇÃO, a pergunta que não quer calar é que se 90 ou 95% dos pedidos são infundados, porque ele não abre processo de impeachment desses 5 ou 10% que tem fundamento e base legal?

O que ficou claro para população é que o presidente da câmara é aliado fiel a Bolsonaro e não irá cumprir com seu dever CONSTITUCIONAL, e abrir processo de impeachment contra Bolsonaro.

A pizzaria do Congresso nacional nunca este tão ativa! E assim caminha o Brasil, desgovernado, sem justiça, com a CONSTITUIÇÃO sendo tripudiada dia após dia.


saiba mais sobre o réu Arthur Lira em:

https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/11/24/stf-mantem-arthur-lira-como-reu-em-caso-de-corrupcao.ghtml

https://congressoemfoco.uol.com.br/legislativo/arthur-lira-reu-no-stf/

https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2021/02/01/interna_politica,1234184/novo-presidente-da-camara-lira-e-reu-por-corrupcao-em-duas-acoes-no-stf.shtml