Instituto ligado ao Governo estaria divulgando pesquisas falsas para beneficiar aliados


Há muito tempo a população vem desconfiando de pesquisas realizadas por alguns institutos, grande parte da população nem acredita mais nelas, tamanho os ABSURDOS que vemos circulando em grupos de whatsapp e até na mídia em geral, o fato é que a ESTATÍTICA É UMA CIÊNCIA e como tal, se realizada de forma séria não erra. 

Mas o que temos visto são pesquisas tendenciosas que por motivos pessoais ignoram a ciência e a opinião popular para proferirem MENTIRAS, infelizmente cada vez mais os institutos de pesquisa de todo país tem se envolvido com grupos políticos e se tornado serviçais da política de desinformação, aderindo a militância político partidária e cada vez menos a verdade, aos princípios democráticos.

Se valendo da brecha legal que não obriga os institutos registrarem pesquisas para serem divulgadas no ano anterior das eleições temos visto verdadeiras aberrações político partidária sendo divulgadas e chamando de pesquisa de opinião, divulgações com até 2 meses de atraso com relação a sua teórica aferição popular.

É importante que o congresso regulamente de uma vez por todas, as pesquisas eleitorais de forma dura e 100% transparente e que o Ministério Público Federal e Estadual rastreie o dinheiro recebido por estes "institutos partidários", não devemos mais permitir o sigilo bancário nem de candidatos, nem de partidos e nem de prestadores de serviço a partidos, políticos e participantes diretos do processo eleitoral em si. 

É lamentável e anti-democrática tal prática, e nós cidadãos de bem precisamos estirpar este tipo de prática da política, colocar um ponto final nestes que de forma vil tentam manipular a opinião pública.

A boa notícia é que 2020 está bem aí e estas pesquisas eleitoreiras obrigatoriamente terão de serem registradas e assim, serão denunciadas, apuradas e provavelmente IMPUGNADAS, não pensem aqueles que estão no poder que estão acima da lei, de tudo e todos porque não estão.