Covid-19 gerou a maioria dos pedidos de benefício por afastamento do trabalho


A maioria dos afastamentos do trabalho nos primeiros sete meses de 2021 foi por causa da Covid-19. Os afastamentos acima de 15 dias geraram a maior quantidade de benefícios por incapacidade do período.

  Foram concedidos 68.014 benefícios para segurados com a doença, mais da metade (54,5%) dos auxílios pela doença em todo ano de 2020, que somaram 2.341.029 pedidos . Os dados são do Ministério do Trabalho e Previdência e foram divulgados pelo portal G1.

 A Covid-19 foi a terceira maior causa de concessões de benefício por incapacidade no ano passado e ficou atrás apenas de problemas na coluna e no ombro.

 Em 2019, foram concedidos 37.045 pedidos de benefício por causa da doença.